Mãe é suspeita de torturar filho de 7 anos com ferro quente e fios

Um vizinho contou que ele foi surrado com um fio

Um caso de maus-tratos contra uma criança provocou indignação em moradores de São João de Meriti, na Baixada Fluminense. Um menino, de 7 anos, teria sido agredido pela própria mãe. O garoto tem lesões nas pernas, nos braços, nas costas e no rosto.

Segundo o delegado Paulo Cesar da Silva Guimarães, o caso veio à tona quando duas primas da vítima resolveram registrar uma queixa, acompanhadas de conselheiros tutelares.

— Geralmente, a polícia não atende parentes distantes como primos, mas fizemos o registro de ocorrência por maus-tratos. O menino passou por exames no Instituto Médico-Legal, que confirmaram as lesões — afirma.

Um vizinho contou que ele foi surrado com um fio e queimado com um ferro de passar roupas. Guimarães disse que “houve ação térmica e contundente”, mas, ao contrário do que foi divulgado numa rede social por um morador revoltado, os exames não indicaram lesão grave.

A mãe vai ser intimada para prestar esclarecimentos. Até ontem não havia informações de que ela tinha fugido, como também foi divulgado na internet. O menino está com as primas, por orientação do Conselho Tutelar. Para o delegado, ele está fora de perigo com elas.


Image title

Image title


Fonte: Com informações do Jornal Extra