Mãe finge ser filho de 13 anos no WhatsApp para prender pedófilo

O suspeito disse que ia fazer o menino feliz.

A mãe de um garoto de 13 anos fingiu ser o filho pelo aplicativo de mensagens WhatsApp para preparar uma armadilha para um homem suspeito de pedofilia no Rio de Janeiro. Após conseguir êxito, o homem foi preso em um shopping na zona Norte do Rio de Janeiro por policiais de Olaria.

Em uma das mensagens, o suspeito questiona se o menino está deitado enquanto conversa. Mas segundo a mulher, quem conversava com ele já era ela. “Minha sobrinha que me mostrou e mandou eu ficar atenta, então eu tomei o celular e comecei a falar com ele, fingindo ser meu filho”, disse.

Em outro momento, o acusado pergunta se o menino tem realmente 17 anos como havia dito, mesmo assumindo que tem 13 o homem não para de trocar mensagens. Após 10 dias de conversa, o suspeito decidiu marcar um encontro com o menino. A Polícia Militar orientou a mãe sobre como deveria ser o encontro.

“Depois de marcado o encontro, a equipe se posicionou de maneira a não chamar atenção e conseguiu lograr êxito em prendê-lo e conduzi-lo à delegacia”, disse o policial. O homem de 30 anos também pede ao garoto, sem saber que falava com a mãe dele, uma "chance para fazê-lo feliz". Apesar das mensagens, o suspeito foi ouvido na delegacia de Inhaúma (44ª DP) e liberado. Na casa dele, não teriam sido encontradas provas. A mãe do menino se revoltou com a liberação do suposto pedófilo.

Acusado de pedofilia é preso (Crédito: Reprodução)
Acusado de pedofilia é preso (Crédito: Reprodução)
Mensagens trocadas pelo pedófilo e a mãe do garoto (Crédito: Reprodução)
Mensagens trocadas pelo pedófilo e a mãe do garoto (Crédito: Reprodução)
Mensagens trocadas pelo pedófilo e a mãe do garoto (Crédito: Reprodução)
Mensagens trocadas pelo pedófilo e a mãe do garoto (Crédito: Reprodução)
Mensagens trocadas pelo pedófilo e a mãe do garoto (Crédito: Reprodução)
Mensagens trocadas pelo pedófilo e a mãe do garoto (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do R7