Mãe mata o próprio filho estrangulado no Maranhão

A morte da criança repercutiu bastante dentre a população

Lucas França da Silva, que faria 5 anos no próximo dia 27, foi morto por asfixia pela mãe dele, a dona-de-casa Luzia Ribeiro de França. O crime ocorreu, na manhã desta segunda-feira (15), na casa onde mãe e filho moravam situada na rua 15, no Parque São José, periferia de Imperatriz. A acusada foi presa por homicídio qualificado, ocasião em que alegou sofrer de depressão pós-parto.

Luzia contou que dera à luz uma criança havia um mês e, nesse período, passou mal ao ver o marido aplicando algumas palmadas num dos filhos do casal, situação que a levou ao hospital regional.

Mesmo recuperada, a mulher contou que passou a nutrir ódio pelo companheiro, o fotógrafo Netanias Ferreira da Silva, sendo que, nesta segunda-feira, num impulso de raiva, ligou o aparelho de som no volume máximo e estrangulou a criança debaixo do chuveiro. A criança ainda foi levada ao Hospital, mas já estava morta.

Luzia revelou à reportagem, momentos antes de ser levada à Central de Custódia de Presos de Justiça(CCPJ), que seu plano era matar toda a família e depois cometer suicídio.

A morte da criança repercutiu bastante dentre a população de Imperatriz e deixou perplexo até mesmo o delegado Josenildo que lavou o auto de prisão em flagrante. Ferreira pediu exames para comprovar ou não o suposto desvio de personalidade da mulher.

Fonte: Imirante