Mãe que matou filho de seis anos a facadas havia surtado há seis meses

Mãe que matou filho de seis anos a facadas havia surtado há seis meses

O crime aconteceu dentro da casa onde a família morava

A mulher com problemas mentais suspeita de matar o próprio filho de seis anos a facadas já tinha tido um surto há seis meses, segundo os vizinhos. Segundo a polícia, ela sofre de esquizofrenia. O crime aconteceu dentro da casa onde a família morava, no bairro da Penha, zona leste de São Paulo, na noite de segunda-feira (7).



No surto anterior, há seis meses, ela chegou a subir no telhado e precisou ser retirada pelo Corpo de Bombeiros. Ela gritava que o filho era um demônio, como conta a vizinha Ivana Geralda Maria Alves.

? E como ela era louca, um dia desses ela queria matar a criança, disse que não conseguiu, porque o menino era o demônio

Segundo a perícia, a criança foi morta com uma faca de cozinha. A vítima foi atingida três vezes. Todos os golpes acertaram o pescoço do menino.

O crime aconteceu dentro do quarto, em um colchão que fica no chão. O pai, que voltava do trabalho, presenciou os momentos finais do crime. Ela chamou o resgate do Corpo de Bombeiros, que chegou a prestar socorro, mas não conseguiu salvar a criança.



A mulher teria fugido para a casa da avó do menino, que fica na região de Guarulhos. Ela acabou confessando que teria matado seu filho e foi encaminhada a um hospital psiquiátrico. A delegada que está à frente do caso disse que vai aguardar laudo médico para indiciar a mulher. O caso foi registrado no 10º Distrito Policial.

A mãe foi encaminhada para o Hospital Geral de Guarulhos, na Grande São Paulo. Ainda segundo Ivana, no dia a dia, a suspeita era um mulher calada e que, às vezes, nem cumprimentava asa pessoas. Comportamento bem diferente do filho.

? O menininho era amigo, conversava com a gente direito. Ele chamava: "Ô, amiga, ô amiga". Estudava ali na escolinha.



Fonte: r7