Mais 4 pessoas devem depor sobre desabamento em SP

Após ouvir dez testemunhas do desabamento do teto da Igreja Renascer em Cristo

Pelo menos outras quatro pessoas devem ser ouvidas pela Polícia Civil de São Paulo nesta quarta-feira no inquérito policial que apura as causas do desabamento do teto da Igreja Renascer em Cristo, no Cambuci, zona sul de São Paulo. A Secretaria de Segurança Pública não confirmou o número exato de depoimetnos que serão tomados pelo delegado Dejar Gomes Neto, titular da 1ª Seccional. Nove pessoas morreram e mais de 100 ficaram feridas no acidente.

Após ouvir dez testemunhas do desabamento do teto da Igreja Renascer em Cristo, a Polícia Civil intimou mais 17 pessoas para prestar depoimento nos próximos dias. Caso seja comprovada culpa, os responsáveis podem ser indiciados por lesão corporal e homicídio doloso.

O delegado afirmou ontem que "a idéia é ouvir todas as pessoas que tiveram alguma ligação com o acidente, desde as vítimas até os responsáveis pela liberação do alvará de funcionamento da sede da igreja". Serão ouvidos também membros da igreja e profissionais responsáveis por eventuais obras no imóvel.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, até ontem, o inquérito policial conta com 200 páginas, dividas entre fotos do local e informações de testemunhas, que começaram a ser colhidas no dia do acidente.

O laudo pericial, peça considerada fundamental na montagem do inquérito e sob responsabilidade do Instituto de Criminalística (IC), irá constatar tecnicamente as causas do desabamento do teto da Renascer.

Fonte: Terra, www.terra.com.br