Mais um policial é detido após chacina que matou sete pessoas na Grande SP

O PM teria levado um colete à prova de balas ao hospital onde o soldado está internado e preso sob escolta

A Corregedoria da Polícia Militar prendeu administrativamente um policial nesta segunda-feira (28). Ele teria ajudado um colega suspeito de participar de uma chacina que deixou sete mortos no sábado em Carapicuíba (Grande SP).

O PM teria levado um colete à prova de balas ao hospital onde o soldado está internado e preso sob escolta.

Segundo o comandante-geral da PM, coronel Benedito Meira, o PM teve uma atitude suspeita; quando foi ajudar seu colega e não ligou para os superiores informando que o soldado estava ferido.

O PM também será investigado sob suspeita de participar da chacina. Nesta segunda, um segurança foi preso pelos crimes. Em seu depoimento, ele teria dito o nome de pelo menos mais três envolvidos na matança, entre eles PMs. A linha de investigação é a de que as mortes tenham ocorrido para vingar o assassinato de um soldado no dia 19.

Fonte: Folha