Mais um suspeito de envolvimento na morte de Bernardo vai para a prisão

Justiça decretou a prisão de Evandro Wirganovicz, irmão de Edelvânia



O juiz Fernando Vieira dos Santos, da Comarca de Três Passos, deferiu pedido da autoridade policial e decretou a prisão temporária de Evandro Wirganovicz. A prisão ocorreu neste sábado. Irmão de Edelvânia Wirganovicz, ele é suspeito de envolvimento na morte do menino Bernardo Uglione Boldrini, 11 anos. Há indícios de que ele tenha participado no crime ou na ocultação de cadáver. As informações são da assessoria de comunicação do Tribunal de Justiça.

Segundo o magistrado, o terreno em que o corpo do garoto foi enterrado é difícil de ser escavado e exigiria força física para ser aberto, o que tornaria verossímil a presença de um homem na cena do crime. E a prova testemunhal colhida aponta indícios veementes de que Evandro tenha estado, um ou dois dias antes do crime, perto do local onde o corpo foi encontrado.

"Demais disso, deve-se ponderar que o representado teria estado no local antes do assassinato de BERNARDO, o que pode indicar, desse modo, a premeditação do fato, a implicá-lo (ao representado), no mínimo, como partícipe por auxílio no crime de homicídio, e não apenas na ocultação do cadáver", observou o julgador.

Há temor, portanto, de evasão do distrito da culpa, o que desde logo já justificaria a medida. "Contudo, o que mais se percebe, pelo teor do depoimento do acusado, é que está adotando atitude diversionista, negando sua presença no local do fato há longa data, quando a prova testemunhal aponta seu veículo parado nas margens da estrada um ou dois dias antes do assassinato".

A prisão temporária foi decretada pelo prazo de 30 dias.

Fonte: Clicrbs