Marido agride, tortura, queima e raspa cabelo de esposa grávida por suspeita de traição

Marido agride, tortura, queima e raspa cabelo de esposa grávida por suspeita de traição

Homem vai ser indiciado pela Lei Maria da Penha. Agressor está preso à disposição da Justiça do Amazonas.

O homem de 26 anos suspeito de torturar e atear fogo na esposa, na cidade de Careiro, a 88 Km de Manaus, afirmou que cometeu os crimes porque suspeitava de traição, segundo a polícia. O fato ocorreu no sábado (20), no Ramal do 13, na Estrada de Autazes. Após denúncias de vizinhos, o agressor foi detido.

Em depoimento à polícia, o suspeito afirmou que desconfiava que a esposa teria um caso com um dos vizinhos deles. De acordo com a Polícia Civil, o homem irá responder por tentativa de aborto em terceiro, cárcere privado, tentativa de homicídio, além de ser indiciado pela Lei Maria da Penha.

A dona de casa relatou que teve o cabelo cortado com um facão, foi agredida com golpes de madeira e, ainda, teve parte do corpo incendiado pelo marido. Ela teve queimaduras na região do rosto e pescoço. A filha do casal, de dois anos, também teve ferimentos na boca, mas passa bem.

Luziara Nogueira Gomes está em Manaus para tratamento médico. Ela e o agressor estavam juntos há cerca de oito anos. O suspeito está preso à disposição da Justiça do Amazonas.

Fonte: G1