Marido chama a mãe para cuidar do neto, mata mulher e atira nele mesmo

Avó encontrou o casal baleado em cima da cama; criança foi abandonada na sala

O desentendimento entre um casal acabou em morte na madrugada desta quinta-feira (24) na zona sul de São Paulo. O homem matou a mulher e, em seguida, tentou se matar com um tiro na cabeça. O caso aconteceu por volta das 3h30 no bairro Ipiranga.


Marido chama a mãe para cuidar do neto e depois atira na própria cabeça e da mulher

Segundo a polícia, ele deixou o filho de dois anos no primeiro andar casa e ligou para a mãe. O homem pediu que ela buscasse a criança. A avó chegou e o portão da casa estava aberto. Na sala, ela encontrou a criança. Então ela subiu até o segundo andar para procurar o filho e o encontrou baleado.

A nora já estava morta. Os dois estavam em cima da cama do casal com um tiro na cabeça. Ele tem 36 anos e foi levado em estado grave para o Hospital de Heliópolis. A mulher, também com 36 anos, trabalhava em uma grande editora de livros e revistas de São Paulo. Ainda não se sabe o motivo do crime. O caso foi encaminhado para o 16º Distrito Policial, de Vila Clementino.

Fonte: r7