Homem esfaqueia marido da amante hospedado em sua casa

O casal fugiu com os dois filhos do marido na zona sul de SP; vítima sobreviveu ao ataque

Após hospedar casal em sua residência, homem esfaqueia marido da mulher de quem era amante. O crime aconteceu na favela de Paraisópolis, zona sul de São Paulo, onde mora há mais de 30 anos. A vítima conseguiu sobreviver, apesar do ferimento grave.

Cicero se relacionou durante oito anos com Ana Silva Leonardo e tiveram dois meninos, de cinco e seis anos. Além disso, o pedreiro criava a filha da mulher, uma menina de oito anos, como se fosse filha dele.

O relacionamento não deu mais certo e os dois se separaram, mas ele continuou com os dois filhos mais novos. Depois de sete meses, Ana voltou a procurar o ex-marido dizendo que estava passando por dificuldades e pediu para voltar. Porém, ela pediu que ele abrigasse seu namorado.

Cicero contou à equipe de reportagem da TV Record que conhecia o atual namorado de Ana, conhecido como Nininho, desde criança, pois o rapaz também era morador da favela de Paraisópolis, mas havia sido expulso de casa. O pedreiro aceitou ajudá-los e os três, além das crianças, passaram a morar juntos

Depois de um tempo, Cicero passou a se incomodar com o casal e pediu que eles fossem embora. Inclusive, ele ofereceu pagar a passagem para os dois irem para Pernambuco.

Deison da Silva Matos, o Nininho, não gostou e esfaqueou Cicero durante uma discussão na frente dos filhos. O homem ficou caído no chão enquanto o casal foi embora com as três crianças.

Muito ferido, Cicero pediu ajuda aos vizinhos que o levaram ao Hospital Campo Limpo. Ele foi atendido e passou por cirurgia. Apesar da gravidade do ferimento, a faca não atingiu nenhum órgão. Depois de uma semana internado, Cicero teve alta e procurou a polícia.

 O caso está sendo investigado no 89º Distrito Policial. O delegado quer chamar Cicero para prestar depoimento novamente para saber o real motivo do crime e se ele já foi ameaçado.

 A polícia não tem pista sobre o paradeiro do casal e investiga se Ana foi cúmplice ou apenas testemunha. Ela está sendo procurada por ter levado as crianças e Nininho, por tentativa de homicídio.

Fonte: R7