Marido suspeito de matar a própria esposa confessa crime no Facebook

O homem afirma ainda que pretende se entregar na sexta-feira (28).

Gilmar Vítor da Paixão, suspeito de matar a própria mulher, Fernanda Nagia da Silva, de 29 anos, usou seu perfil na rede social para confessar o crime. No texto, publicado ontem (26), ele alega que "não premeditou nada" e pede perdão pelo ocorrido.

O homem afirma ainda que pretende se entregar na sexta-feira (28). A declaração motivou vários comentários de amigos e conhecidos de Paixão, que lamentou o que fez e argumentou ainda que Fernanda o "infernizava".

"Gostaria de perdão a todos pelo acontecido, não premeditei nada, quem realmente me conhece sabe o quanto passei por esse amor, que acabou em trajedia Deus sabe quanto tenho sofrido e sofrerei, muita pressao psicológica e falta d Espiritualidade, aconteceu o pior, me perdoem, orem por mim, filho e família dela" (Sic), desabafa o suspeito.

O crime foi descoberto na terça-feira (25) e, desde então, Paixão estava foragido. O corpo da manicure foi achado na av. Cristiano Machado, enterrado em um trevo do bairro Guarani, região nordeste de Belo Horizonte. Ela estava desaparecida há cinco dias e o marido da vítima chegou a publicar no Facebook a angústia que sofria com o sumiço da mulher. No domingo (23), ele chegou a dizer que "cada instante" sem ela fazia muita diferença.


Marido suspeito de matar manicure confessa crime no Facebook

Fernanda saiu para trabalhar na quinta-feira (20) passada e não foi mais vista desde então. Os familiares prestaram queixa na polícia e chegaram a fazer campanha nas redes sociais para localizar a mulher. A imagem dela rodou o Facebook e teve mais de 3.000 compartilhamentos.

A assessoria de imprensa da Polícia Civil informou que o delegado responsável pelo caso, Thiago Saraiva, já está ciente das declarações feitas em rede social. Ainda conforme a corporação, os próximos passos são aguardar o laudo do IML sobre a morte de Fernanda e ouvir outras testemunhas.

Fonte: r7