"Matei por ciúme", diz homem que atirou na cabeça da namorada

Prado chorou após revelar que assassinou Marilze

Um homem de 39 anos confessou à Polícia Civil que matou a namorada Marilze Bozza Gomes, de 34 anos, com um tiro na cabeça em Curitiba (PR): "Eu matei por ciúme", afirmo. O acusado chorou após revelar que assassinou Marilze.

Image title

O suspeito afirmou que estava namorando Marilze há dois meses, mas achava que ela era infiel. Ele dirigiu por 30 km com o corpo de Marilze deitado sobre as pernas – até o local onde a abandonou.

O acusado contou que o corpo da analista de vendas foi encontrado dois dias após o crime em um matagal coberto com apenas areia e galhos.

Amigas da vítima afirmam que tentaram alertar Marilze sobre ociúme exagerado do namorado. Samanta Cardoso, que trabalhava com a vítima, disse que imaginou o crime.

O homem, que trabalha com logística, está desempregado e não tem passagens pela polícia.


Fonte: Com informações do R7