MC Daleste levou tiro de raspão na axila antes do fatal no seu abdômen

Perícia encontrou marcas na região do braço do cantor de funk.

A Polícia Civil divulgou na manhã desta terça-feira (9) que o funkeiro Daniel Pellegrine, o MC Daleste, foi atingido por um primeiro tiro de raspão na axila direita antes do disparo na região do abdômen, que resultou na morte do jovem de 20 anos durante uma apresentação na quermesse do bairro San Martin, em Campinas (SP) na noite de sábado (6).

De acordo com os policiais que acompanham o caso, a perícia encontrou marcas no braço do funkeiro. "Ele deve ter sentido algo queimar e como não viu sangue continuou o show", explica o delegado que preside o inquerito Rui Pegolo. A Polícia Clvil analisou ainda vídeos e fotos enviados pelos fãs que estavam no show.

Em um deles Daleste chega a se incomodar com alguma coisa na região do braço, mas continua com a apresentação. Ele chega a reclamar. ?Tá na tiração molecote?. Momentos depois ele é alvejado no abdômen e cai. Daleste foi socorrido no Hospital Municipal de Paulínia (SP), onde faleceu.

Tiro à distância

Os policiais disseram ainda que existe uma linha de investigação apontando que o atirador não estava no meio dos fãs do funkeiro durante a apresentação, mas em um local privilegiado. "Ele não conseguiria dar um tiro no meio da multidão e não ser visto", afirma Pegolo.

Disparos

Ao menos dois disparos foram dados em direção ao funkeiro. As balas atravessaram o palco em que o cantor tocava, no conjunto habitacional. Fãs dizem ainda que outro disparo foi dado para o alto.

Uma moradora, que não quer ser identificada, estava no show com a filha de 12 anos e outras adolescentes. ?A gente estava perto do palco. Teve um primeiro disparo, mas na hora a gente não achou que fosse tiro, pensou até que fosse da música. Logo depois houve um para o alto e o que acertou ele. Ai foi uma correria só?.

A festa era gratuita e aberta. O conjunto conta com mais de dois mil apartamentos, divididos em 10 quadras. Segundo os moradores, ao menos três mil pessoas acompanhavam o show. Os disparos foram efetuados no início da apresentação. ?Primeiro teve um tiro e o pessoal achou que era bombinha. Com o outro tiro ele caiu com a mão na cintura e todo mundo começou a correr? diz outra jovem. A 6ª Quermesse do CDHU estava prevista para terminar na semana passada, mas foi prorrogada por conta do show surpresa de Daleste.

Fonte: G1