Médico do Exército é preso acusado de assaltar juiz no RS

Segundo o delegado, não se sabe ao certo os motivos

Um médico do Exército foi preso na noite de quinta-feira, em Porto Alegre (RS), acusado de assaltar um juiz no bairro Rio Branco. Segundo a polícia, o magistrado foi abordado por dois homens quando chegava na casa de um amigo. Durante a fuga foi efetuado um disparo de arma de fogo, mas a polícia não sabe bem qual foi a circunstância, já que entre os bens roubados estava a arma do juiz.

Logo depois, dois homens com as características apontadas pelo magistrado foram presos pela policia e após verificações, foi constatado que um deles era médico do Exército. "O juiz foi assaltado por duas pessoas quando saia do carro e logo identificou os dois como sendo os autores do roubo. Depois da identificação, descobriu-se que um deles era médico", disse o delegado Abílio Andreoli Pereira, do 10º DP, para onde o caso foi encaminhado.

Segundo o delegado, não se sabe ao certo os motivos que levaram um médico Exército a participar de um assalto já que nenhum dos dois acusados possuía passagens pela polícia e negaram participação no crime em depoimento à polícia. "Eu não tenho a menor ideia, mas como o mundo está de cabeça para baixo".

Os dois foram autuados em flagrante. O militar foi encaminhado para as dependências do Exército e o outro foi encaminhado para a cadeia comum.

Fonte: Terra, www.terra.com.br