Médico é condenado a 6 anos de prisão no Piauí

O médico já foi condenado anteriormente, na Justiça Federal

O médico Antonio Crisanto de Souza Neto, ex-prefeito de Jaicós, foi condenado a 6 anos e 8 meses de prisão pelo Juiz da 5ª Vara Federal, Carlos Augusto Pires Brandão, por infração ao art. 1º, I,III, do Decreto Lei 201/67 e art.89 da Lei 8.666/93 ( Lei das Licitações) combinado com o art.70 do Código Penal. A sentença é de 26 de fevereiro de 2011. A pena deverá ser cumprida inicialmente no regime semi-aberto.

O ex-prefeito foi condenado, também, ao pagamento de 40 dias-multas e a inabilitação por 5 anos para cargo ou função publica, eletivo ou de nomeação. O Juiz, na sentença, manda, após o trânsito em julgado, comunicará o fato a Justiça Eleitoral.

No Piauí, o estabelecimento penal para o cumprimento da pena em regime semi-aberto é a penitenciária Major Cézar, no município de Altos.

A denúncia foi feita pelo Procurador Regional da República, Paulo de Souza Queiroz, em 28 de agosto de 2006.

Fonte: Portal Meio Norte, www.meionorte.com