Médico é preso por pilotar uma lancha no açude Caldeirão

Uma determinação da justiça que proíbir embarcações motorizadas no local.

O médico Prisco Medeiros, bastante conhecido em Teresina, teria sido preso, acusado de causar poluição no Açude Caldeirão, famoso balneário localizado na cidade de Piripiri. A informação é do site Piripirirepórter.com. Diz que ele estava em uma lancha no açude, apesar de uma determinação da justiça que proíbir embarcações motorizadas no local.

A determinação judicial partiu do Ministério Público, após ouvir associações de moradores, donos de bares do entorno do Caldeirão e instituições como as Polícias, AGESPISA, FUNEP, entre outras. O site diz que esta seria a 3ª vez que o médico Prisco Medeiros descumpre o artigo 2º do Termo de Ajustamento de Conduta ? TAC 001/2010 que diz estar proibido o uso de embarcações motorizadas no açude Caldeirão.

Prisco Medeiros já entrou com mandado de segurança duas vezes no Tribunal de Justiça do Estado do Piauí para anular o artigo 2º da TAC, que proíbe a navegação. Foi negado o primeiro pedido. Ele agora aguarda o julgamento do 2º pedido. A testemunha no inquérito policial é o promotor de justiça da 3ª Promotoria, Dr. Nivaldo Ribeiro. Segundo ele, recebeu a informação através da população que por volta das 13h. Abaixo fotos publicadas no site Piripirirepórter.com:





Fonte: Piripirireporter