Médico vai responder criminalmente pela morte do cantor Michael Jackson em junho

Médico vai responder criminalmente pela morte do cantor Michael Jackson em junho

O caso deve ser arquivado, mas que há a possibilidade de ele responder por homicídio involuntário

Conrad Murray, médico que atendia Michael Jackson, será criminalmente acusado pela morte do cantor, segundo o site "TMZ". O inquérito sobre os motivos que o levaram a sofrer uma parada cardíaca no dia 25 de junho, do ano passado foi concluído.

O caso será formalmente apresentado à Procuradoria de Los Angeles, daqui há algumas semanas. Uma fonte disse à publicação que a investigação foi "extremamente exaustiva" e que há provas suficientes para iniciar um processo criminal contra Murray, por ministrar doses de propofol para Jackson.

Outra fonte disse que o caso deve ser arquivado, mas que há a possibilidade de ele responder por homicídio involuntário, o que exigiria uma "demonstração de negligência grosseira".

Fonte: Quem, revistaquem.globo.com