Meia do Palmeiras é assaltado e perde relógio de 8 mil dólares

Meia do Palmeiras é assaltado e perde relógio de 8 mil dólares

Eles mostraram as armas, levaram o relógio e foram embora, sem machucar o jogador.

O meia Daniel Carvalho foi assaltado nesta quarta-feira, horas antes do treino do Palmeiras na Academia de Futebol. Às vésperas do jogo contra o Grêmio, que decide vaga na final da Copa do Brasil, o jogador foi abordado por assaltantes na zona oeste de São Paulo, perdeu um relógio avaliado em US$ 8 mil (R$ 16 mil), mas passa bem e participa normalmente do treino comandado pelo técnico Luiz Felipe Scolari.

O problema ocorreu por volta das 12h, quando Daniel já se dirigia ao CT. Duas motos o cercaram na Avenida Francisco Matarazzo, e os assaltantes bateram no vidro para fazerem a abordagem. Eles mostraram as armas, levaram o relógio e foram embora, sem machucar o jogador.

O meia afirmou que não fará Boletim de Ocorrência. Ele não acredita que consiga identificar os assaltantes, até porque as motos não tinham placa.

Daniel Carvalho mora há seis meses em São Paulo e já mostrava cuidados extras com a segurança desde que se mudou para a cidade. Depois do sequestro-relâmpago sofrido por Valdivia, há duas semanas, Daniel disse que sairia menos de casa. Na ocasião, ele mostrou apoio ao companheiro de equipe e indignação com a violência na capital paulista.

Apesar do assalto, o meia não deve ser desfalque para o duelo com o Grêmio, nesta quinta-feira, às 21h, na Arena Barueri.

Fonte: Globo.com