Menina achada em micro-ondas em SC morreu por asfixia

Terezinha Aparecida Santos foi encontrada por uma irmã de 10 anos, já sem vida

Laudo do Instituto Geral de Perícias de Santa Catarina aponta que foi asfixia a causa da morte da menina de 7 anos encontrada dentro de um aparelho de micro-ondas no último dia 13, em São José, região metropolitana de Florianópolis (SC). Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública, a morte provavelmente ocorreu por acidente. Terezinha Aparecida Santos foi encontrada por uma irmã de 10 anos, já sem vida, num aparelho antigo usado como brinquedo na casa de bonecas da família. O corpo foi localizado após uma procura de quatro horas. A perícia localizou quatro fios de cabelo da menina dentro do aparelho. O laudo concluiu ainda que não houve lesão sexual ou física. O aparelho periciado era, segundo a secretaria, compatível com o tamanho do corpo da garota, que, apesar de ter 7 anos, aparentava ter 5 ou 4, de acordo com o órgão. Uma das hipóteses que a polícia estuda é de que a menina entrou no micro-ondas durante uma brincadeira e, por falha dela ou da irmã, a porta teria fechado. O delegado responsável pelo caso, Rodolfo Serafim Cabral irá encaminhar o laudo à Justiça, mas não vai indiciar os pais da garota por negligência, a primeira hipótese levantada pela polícia durante o início das investigações.

Fonte: Terra, www.terra.com.br