Menina atingida por bala perdida tem morte cerebral no RJ

A polícia investiga se houve omissão de socorro

A menina Adriely dos Santos Vieira, de 10 anos, que foi atingida na cabeça por uma bala perdida na noite de Natal no Rio de Janeiro, teve morte cerebral. A informação foi confirmada nesse domingo pela Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro, de acordo com a Globonews.

A polícia investiga se houve omissão de socorro, uma vez que o neurocirurgião que estava de plantão, Adão Orlando Crespo Gonçalves, não apareceu para trabalhar. Na madrugada do dia 25, Adrielly aguardou por oito horas por atendimento médico no Hospital Municipal Salgado Filho depois de ter sido baleada na cabeça em uma favela da zona norte do Rio durante as comemorações de Natal.

A demora ocorreu porque o único médico escalado para a noite havia faltado ao plantão. O médico está afastado e, segundo o prefeito Eduardo Paes afirmou no dia 26, deve ser demitido.

Fonte: Terra, www.terra.com.br