Menina de 10 anos morre após ser atingida por bala perdida

Bombeiro trocou tiros com suspeitos na madrugada de domingo. Criança de 10 anos foi atingida na cabeça na Avenida Juntas Provisórias

O corpo da garota Amanda Ferrão Martinho, de 10 anos, morta durante uma tentativa de assalto, na região do Ipiranga, na Zona Sul de São Paulo, chegou no final da manhã desta segunda-feira (5) ao Instituto Médico-Legal (IML) no Brooklin, também na Zona Sul. Até por volta do meio-dia, a família ainda não havia comparecido ao local para fazer os procedimentos para a liberação do corpo.

A menina estava no carro com os pais, na Avenida Juntas Provisórias, quando foi atingida por uma bala perdida no tiroteio entre suspeitos e um bombeiro que estava de folga.

Dois criminosos em uma moto aproveitaram que o trânsito estava lento, por causa da volta do litoral do feriado, para tentar assaltar um motorista. O bombeiro estava no carro de trás.

De acordo com a PM, com a aproximação dos suspeitos, o motorista do carro arrancou. Eles, então, voltaram-se para o veículo em que estava o bombeiro com a sua família. Ainda segundo a corporação, o suspeito deu um primeiro disparo e o homem reagiu.

Houve troca de tiros. Um dos suspeitos, de 16 anos, morreu. Um suspeito de 18 anos foi detido por policiais que estava à paisana. A menina que estava em um outro carro foi atingida na cabeça pelo disparo. Ela foi socorrida pelos pais no carro da família.

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) vai investigar se a bala que matou a criança saiu da arma do bombeiro ou dos criminosos. Um vigilante que passava de moto também ficou ferido.

Fonte: G1