Menina de 12 anos grávida de 8 meses morre com um tiro

Menina de 12 anos grávida de 8 meses morre com um tiro

Médicos fizeram uma cesariana após a morte da jovem.

Uma menina de 12 anos, que estava grávida de oito meses, morreu na noite desta quinta-feira (15) depois de levar um tiro na cabeça na porta de casa em Águas Lindas de Goiás, região do Entorno do DF. A jovem foi levada em estado grave ao HRC (Hospital Regional de Ceilândia), região administrativa do DF, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital. Logo após a morte, os médicos fizeram uma cesariana e conseguiram salvar o bebê, que está internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e passa bem.

O crime aconteceu por volta das 20h quando Clara Elize Araújo França, que completaria 13 anos em dezembro, conversava com três amigos na porta de casa. A jovem estava sentada na calçada quando dois homens passaram em um veículo VW/Gol de cor branca e dispararam diversas vezes contra a adolescente. A polícia informou que ela tentou fugir, mas um dos tiros acertou a cabeça dela.

Em seguida, os dois fugiram no carro e não foram mais vistos. Moradores e familiares ouviram os disparos e chamaram equipes do Corpo de Bombeiros, que chegaram a prestar os primeiros socorros no local. Clara foi levada em estado grave ao HRC, mas morreu assim que deu entrada no hospital.

Diante da situação, os médicos de plantão se mobilizaram e fizeram uma cesariana, salvando o bebê de oito meses. Ele foi avaliado e apresenta bom estado de saúde, mas por garantia ficará internado e em observação pelas próximas 48 horas na UTI do hospital.

A polícia informou que os criminosos provavelmente procuravam pelo irmão da vítima, que tem envolvimento com drogas e teria dívida com um traficante. O caso é tratado como acerto de contas e, apesar de os dois suspeitos terem sido identificados, até o momento ninguém foi preso.

A ocorrência está registrada no Ciops (Centro Integrado de Operações e Segurança) da cidade, que investiga o caso. O irmão da menor (que teria a suposta dívida com os traficantes), amigos, testemunhas e familiares serão ouvidos nas próximas horas.

Fonte: R7, www.r7.com