Menina de 12 anos vivia como "esposa" de padrasto que fugiu

Menina de 12 anos vivia como "esposa" de padrasto que fugiu

Eles viviam como casal no município e a jovem não ia à escola.

Um homem de 39 anos foi preso na madrugada desta terça-feira (23) em Candelária, no Vale do Rio Pardo, Rio Grande do Sul, suspeito de sequestro e cárcere privado de sua enteada de 12 anos. Os dois viviam como casal em uma casa da cidade há aproximadamente cinco meses, de acordo com a delegada Priscila Salgado, da Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente (DPCA) de Canoas, cidade natal da criança.

A mãe da jovem denunciou o desaparecimento do ex-marido e da filha em novembro do ano passado. Segundo a delegada, vizinhos da casa estranharam a chegada dos dois e o fato de a menina não ir à escola. ?Eles não tinham semelhança, ela não parecia ser filha dele. Então os vizinhos começaram a pesquisar informações na internet e encontraram uma reportagem que contava que a menina estava desaparecida?, explicou. A Polícia Civil, que já investigava o caso, se deslocou até o local para averiguar a denúncia.

A vítima disse à polícia que aceitou fugir com o padrasto. Ela foi levada de volta à família da mãe na Região Metropolitana de Porto Alegre. O homem foi autuado em flagrante pelo crime de estupro de vulnerável e responderá processo.

Fonte: G1