Menina de 14 anos com paralisia cerebral é estuprada em hospital

Jovem está debilitada, pesa apenas 28 kg e respira por aparelhos

Uma adolescente de 14 anos que sofre de paralisia cerebral grave foi estuprada dentro do Hospital Infantil João Paulo 2º, em Belo Horizonte. O caso veio à tona após a denúncia de uma técnica em enfermagem. A denúncia está sendo apurada pela Polícia Civil, Ministério Público e pelo Conselho Tutelar.

Debilitada, a garota pesa 28 kg e respira apenas com a ajuda de aparelhos. A mãe da paciente, que está internada na unidade desde dezembro do ano passado, não aceita o que aconteceu.

No mês passado, uma técnica em enfermagem observou uma lesão na região genital da adolescente. Uma médica foi chamada e desconfiou de violência sexual. Em um relatório, a médica fala da suspeita e que a lesão foi tratada no hospital.

A paciente então foi levada para o Hospital Municipal Odilon Behrens, para ser consultada com uma ginecologista. No laudo, a médica confirma a suspeita e recomenda o uso de medicamentos contra DSTs.

A mãe só espera que o responsável pelo abuso seja preso o mais rápido possível.

Image title

Image title

Image title

Fonte: Com informações do R7