Menina de 5 anos baleada em ponto de ônibus levava carta para Papai Noel

Disparos em ponto de ônibus podem ter sido por vingança, diz polícia

A menina de cinco anos que foi baleada e morta em um ponto de ônibus no Distrito de Jundiapeba, em Mogi das Cruzesna manhã deste sábado (9), ia com os pais entregar uma carta ao Papai Noel em uma agência dos Correios no momento do crime. A mãe da menina, de 28 anos, e o pai de 63 também foram baleados. O homem morreu no local do crime, e a mulher continua internada no Hospital Luzia de Pinho Melo.

A carta foi recolhida pelas equipes da perícia técnica no local do crime, e entregue a Nairlei Camilo Duarte, tia da criança. Outros pertences também foram entregues. "A minha sobrinha tinha escrito a carta para o Papai Noel junto com os irmãos e minha irmã estava indo ao centro da cidade para entregar nos Correios. O que aconteceu deixou todo mundo chocado", disse.

Na carta a menina pede uma boneca para o Papai Noel. "Gostaria que nesse Natal você me desse uma boneca numa caixa grande. Obrigada por você existir, que Deus esteja sempre no seu caminho", dizia a carta. Os irmãos da menina também escreveram recados ao papai noel. Segundo a Polícia Militar, a menina foi atingida por cinco tiros e morreu a caminho do hospital.


Menina de 5 anos baleada em ponto de ônibus levava carta para Papai Noel

"Estou com medo de sair de casa. Minha irmã levou três tiros, dois no peito e um no braço. Eram uma familia tranquila, de igreja. Eu ainda não entendi o que aconteceu. Espero que as câmeras de monitoramento instaladas próximo ao local do crime mostrem alguma coisa", disse Nairlei.

Velório

O corpo de pai e filha foram liberados do IML de Mogi das Cruzes por volta das 11h. Ambos estão sendo velados no Velório Municipal do Parque Monte Líbano. Segundo informações da família, os corpos devem ser enterrados por volta das 16h no cemitério da Saudade, em Brás Cubas.

Entenda o caso

Um pai, de 63 anos, e uma filha, de 5 anos, morreram após serem baleados em um ponto de ônibus em Mogi das Cruzes. A mãe da criança, que estava com eles, também foi atingida pelos tiros e levada para o Hospital Luzia de Pinho Melo. O crime aconteceu neste sábado (9), por volta das 10h50, na Avenida Francisco Ferreira Lopes, no Distrito de Jundiapeba. A polícia trabalha com a hipótese de que os disparos aconteceram por vingança.

Fonte: G1