Menina é atacada por rotweiller: 'Chegaram a jogar um tijolo nele'

O estado de saúde dela é estável e alta deve ser em cinco dias

Uma menina de 4 anos foi atacada por um cão da raça rottweiler, na tarde deste sábado, no bairro de Inoã, em Maricá, Região Metropolitana do Rio. De acordo com a mãe da vítima, a administradora Valéria Cunha, de 42 anos, elas saíam de casa e caminhavam pelas ruas do condomínio Jardins da Costa, no km 16 da Rodovia Amaral Peixoto, quando foram surpreendidas pelo cachorro.

— Quando vi aquele animal gigantesco se aproximando de mim e das minhas filhas (a vítima de 4 anos e a mais velha de 13), falei para elas não se mexerem, porque seria pior. Mas não adiantou muito. O cachorro tinha muito ódio e não soltava dela por nada — relata Valéria: — Tentamos fazer de tudo para aquele cachorro soltar dela, mas não adiantava. Chegaram até a jogar um tijolo nele.

Depois de uma luta de quase quatro minutos, um morador do condomínio usou uma arma de choque e conseguiu fazer com que o cão largasse o cabelo da menina.

Ainda de acordo com a mãe da garota, o rottweiler mordeu os dois lados do rosto da vítima e a testa dela. A menina precisou ser sedada, levou pontos no rosto e teve algumas escoriações nas costas e nos braços. O estado de saúde dela é estável e alta deve ser em cinco dias.

Neste domingo (14), Valéria procurou a 82ª DP (Maricá) para registrar o caso. Ela vai processar o dono do cachorro.

Image title

Image title

Fonte: Com informações do Jornal Extra