Menino de sete anos é suspeito de atirar e matar irmão caçula no Rio de Janeiro

Depois de jogar as armas num matagal, o pai voltou para socorrer o filho

Um menino de 7 anos é suspeito de matar com um tiro acidental o irmão caçula de 4 anos em Rio das Ostras, na Região dos Lagos. O crime aconteceu no início da noite de domingo (17). O irmão mais velho estaria atirando contra a parede com um revólver calibre 38 quando atingiu no peito o caçula.

Segundo a polícia, ao chegar do trabalho o pai levou o filho ferido para um mercado ao lado de casa, e teria voltado para se desfazer das duas armas que tinha. Depois de jogar as armas num matagal, ele voltou para socorrer o filho. A criança foi levada ao pronto socorro de Rios das Ostras, mas já chegou morta ao local.

O pai deve responder por omissão de socorro e omissão de cautela de arma de fogo. De acordo com a polícia, ele disse que ensinava o filho de 7 anos a usar armas para cuidar do irmão mais novo.

O caso foi registrado na 128ª DP (Rio das Ostras).

Criança morre por disparo de arma de primo.

Um menino de 12 anos morreu na noite de sábado (16), em Irajá, no subúrbio do Rio, com o tiro da arma do próprio primo , de 17 anos. Em depoimento à polícia, ele contou que o disparo foi acidental. O rapaz disse ainda que teria achado a arma na rua e estava brincando, mostrando-a ao primo.

Os pais da vítima contaram na 38ª DP (Irajá), que investiga o caso, que os dois e outros primos estavam sozinhos em casa.

Atingido na cabeça, Rodrigo Ferreira Flores chegou a ser levado pela família para o Hospital Getúlio Vargas, na Penha, mas não resistiu aos ferimentos.

Segundo a polícia, o adolescente foi detido e encaminhado à Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente.

Fonte: g1, www.g1.com.br