Menino de cinco anos é morto com tiro na cabeça por chorar demais em assalto feito por quadrilha

Menino de cinco anos é morto com tiro na cabeça por chorar demais em assalto feito por quadrilha

Seis homens invadiram casa onde moravam duas famílias bolivianas.

Uma quadrilha formada por seis homens matou um menino de 5 anos durante assalto a uma casa onde vivem bolivianos na região de São Mateus, Zona Leste de São Paulo, na madrugada desta sexta-feira (28). Bryan Yanarico Capcha, que era filho único, foi baleado na cabeça porque chorou durante a ação dos criminosos, segundo a polícia.

Por volta de 1h, quatro ladrões com facas e dois com revólveres invadiram a residência na Rua Frutos de Maio, no Jardim Conquista. Muito agressivos, os crimininosos renderam duas famílias de bolivianos, que moram e trabalham em um ateliê de costura, e recolheram cerca de R$ 4,5 mil.

Assustado com a situação, o garoto começou a chorar. A mãe, que veio há seis meses para trabalhar como costureira no Brasil, disse ter segurado o menino no colo, mas ele não se acalmou. Irritado, um dos criminosos atirou na cabeça do garoto. Ele foi levado para o Hospital São Mateus, onde já chegou morto.

A quadrilha fugiu logo após o disparo. Até o início da manhã, a polícia não tinha pistas dos assaltantes. A perícia foi feita no local. Cinco dos criminosos esconderam o rosto, o que dificulta a identificação e leva a polícia a suspeitar que os ladrões conheciam a família.

O crime foi registrado no 49º Distrito Policial, em São Mateus, mas deve ser encaminhado a uma delegacia especializada em latrocínios do Departamento de Investigações sobre Crime Organizado (Deic).

Fonte: G1