Menino de dois anos é morto dentro de casa por uma bala perdida

A ação aconteceu quando a polícia invadiu o morro.

Um garoto identificado como Ruan Bruno Gomes Nunes, de apenas dois anos, foi morto na madrugada deste sábado (12), após ser vítima de uma bala perdida na comunidade Metrô Mangueira, zona Norte do Rio de Janeiro.

De acordo com informações da mãe do menino, chamada Gabriela Gomes Nunes de Souza, de 20 anos, toda a ação começou às 04h da manhã quando a polícia invadiu o morro para acabar com um baile funk que estava ocorrendo no local. Gabriela estava dormindo no mesmo quarto que o filho e sua outra filha de quatro anos.

“Nós estávamos dormindo quando eu comecei a escutar os tiros, a primeira coisa que pensei foi em proteger meu filho, mas não deu tempo. Escutei o barulho, ele gritou de dor e os estilhaços da bala ainda pegaram no meu braço”, contou ela.

Gabriela informou ainda que a menina que também estava no mesmo cômodo não se feriu. “Estou me sentindo impotente. Tudo que eu queria era teu meu filho ao meu lado, ia levá-lo para ver a árvore de Natal, ele sempre foi muito alegre”, disse.

Bastante abalado, o avô de Ruan, Carlos Nunes, afirmou que o seu neto não foi a primeira e nem será a última vítima dessa guerra. “O Rio de Janeiro se transformou em uma guerra civil. Meu neto não foi o primeiro e nem vai ser o último, só ficou o vazio muito grande”, lamentou.

Local onde Ruan de apenas dois anos foi baleado (Crédito: Reprodução)
Local onde Ruan de apenas dois anos foi baleado (Crédito: Reprodução)
Mãe conta que o garoto era feliz e brincalhão (Crédito: Reprodução)
Mãe conta que o garoto era feliz e brincalhão (Crédito: Reprodução)
Mãe de Ruan abalada com o crime (Crédito: Reprodução)
Mãe de Ruan abalada com o crime (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do Jornal Extra