Menor acusado de participar da morte de empresário é apreendido

Polícia acredita se existe a participação de familiar ou amigo.

A morte do empresário Felipe Lavina Machado, de 27 anos, chocou todos os seus familiares e amigos. Neste domingo (01), um adolescente de 17 anos foi apreendido sob acusação de participação no crime que ocorreu no último dia 25.

Em depoimento, o menor afirmou que vigiou a casa do dono da academia enquanto ele era torturado e retirado do local junto com a namorada. Em seguida, a vítima foi levada para Nova Iguaçu onde foi morto com dois tiros na cabeça. Ainda segundo o menor, os outros três envolvidos no caso foram mortos por traficantes de uma comunidade que ficaram irritados com a grande repercussão e a movimentação de policiais na favela.

O menor, que já tem passagem pela polícia, foi apreendido na casa do pai longe da favela alegando que saiu do local por medo de um possível acerto de contas com os traficantes. A namorada do empresário que viu toda a cena afirmou que os bandidos sabiam de muitas informações como o nome e o sobrenome da vítima, o nome dela, o fato de existir um cofre dentro da residência. A polícia vai continuar investigando para saber se algum familiar ou amigo está envolvido no caso.

Image title


Fonte: Com informações do Jornal Extra