Menor de 10 anos é morto pela PM em troca de tiros ao furtar carro

O seu comparsa, de 11 anos, foi detido e liberado em seguida.

Na noite desta quinta-feira (02), a polícia militar matou um garoto de apenas dez anos de idade suspeito de furtar um carro durante um confronto na zona Sul de São Paulo. O menino levou um tiro e veio a óbito no local.

Um garoto de 11 anos que estava dentro do veículo junto com a vítima foi detido por suspeita de participar do furto e também do tiroteio. Na ação, uma arma calibre 38 foi apreendida pela polícia.

Em depoimento, a versão da polícia para explicar o que de fato aconteceu é de que eles estavam fazendo rondas na rua José Ramon Urtiza, por volta das 19h, quando avistaram um veículo furtado ocupado por duas pessoas. Por conta disso, os policiais fizeram o acompanhamento e um dos garotos que conduzia o veículo perdeu o controle e bateu o carro em um ônibus.

Os policiais afirmaram que saíram da viatura para dar ordem de prisão e foram recebidos a tiros, ao revidar, o garoto de 10 anos foi atingido e morreu. O menino de 11 anos foi detido e apreendido junto com a arma do crime e confessou que ele e o comparsa se conheciam e pretendiam assaltar um edifício, mas desistiram após verem um carro com o vidro aberto. Então decidiram furtar o automóvel.

Por ser menor de idade, o menino foi liberado já que a idade mínima da Fundação Casa é de 12 anos. A mãe do garoto afirmou que não consegue controlar o filho, a mulher já tem passagens pela polícia e o pai está preso.

Carro envolvido em perseguição (Crédito: Reprodução)
Carro envolvido em perseguição (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do G1