Menor é apreendido acusado de participar da morte de empresário

O crime ocorreu na manhã do dia 25 de maio, na cidade de Timon.

Um adolescente de apenas 16 anos, que costuma exibir armas nas redes sociais, foi apreendido acusado de participação na morte do empresário Carlos Simonal de Sousa Ribeiro, de 42 anos, proprietário da rede de pizzaria Romana, em Timon, no Maranhão, que foi assassinado com três tiros de revólver no centro da cidade na manhã de quarta-feira, dia 25 de maio.

O caso está sendo investigado pelo 1º Distrito Policial de Timon, sob responsabilidade do delegado Humaitan Oliveira. De acordo com ele, o outro suspeito, identificado como 'Leo da Jaca', segue foragido. 

Delegado Humaitan Oliveira
Delegado Humaitan Oliveira

"Já haviam as informações repassadas pela população de que seria esse menor junto com 'Leo da Jaca, que teria praticado o crime. Então, nós já estávamos no encalço dele desde a quarta-feira passada, quando ocorreu o crime, e a segunda sessão ontem conseguiu pegá-lo no Povoado Carnaúba de Pedra, na zona rural da cidade. Conversamos com ele e conseguimos identificar quem seria o outro acusdado de nome 'Leo da Jaca", afirmou.

Ainda segundo o delegado, 'Leo da Jaca' já possui antecedentes criminais, mas segue foragido. O delegado acredita que a divulgação da foto do acusado ajudará nas investigações.

"Ele [ Leo da Jaca] tem antecedentes nas duas  cidades, Teresina, no Piauí, e Timon, no Maranhão. Qualquer informação sobre o 'Leo da Jaca' , que atende pelo nome de Manoel, a gente agradece. Esperamos que a sociedade, se tiver alguma informação, nos ajude a encontrar este elemento que pode estar na zona rural do município", acrescentou. 

Menor de 16 anos é acusado de participar da morte do empresário Carlos Simonal de Sousa Ribeiro
Menor de 16 anos acusado de participar da morte do empresário Carlos Simonal de Sousa Ribeiro
'Leo da Jaca' segue foragido e esta imagem pode ajudar  na captura do mesmo
'Leo da Jaca' segue foragido e esta imagem pode ajudar na captura do mesmo


Vídeo mostra fuga

As imagens das câmeras de segurança de casas que ficam nas proximidades de onde ocorreu o crime, estão sendo utilizadas pela polícia e mostram a fuga dos dois acusados de matar o empresário. 


O crime

O empresário estava saindo da casa de sua mãe e, quando tentava entrar em sua caminhonete modelo Hilux, estacionada próximo a uma calçada, foi abordado por dois assaltantes. Uma testemunha, identificada como Alex Waquim de Assunção,  afirmou que a vítima reagiu ao assalto e atirou nos ladrões atingindo a barriga de um deles.

Os assaltantes dispararam três tiros contra Carlos Simonal, que caiu próximo a um material de construção civil que estava perto da casa de sua mãe. Ele morreu ainda no local.

Corpo de Carlos Simonal de Sousa Ribeiro
Policiais removem corpo de Carlos Simonal de Sousa Ribeiro


Fonte: Portal Meio Norte