Menor esfaqueada na Parada Gay de Jerusalém não resiste e morre

Ela e mais 5 pessoas foram esfaqueadas na Parada Gay Jerusalém.

O hospital de Jerusalém, Hadassah, anunciou neste domingo (02/08) a morte de uma adolescente de apenas 16 anos que, juntamente com mais cinco pessoas, foi esfaqueada por um judeu ultraortodoxo, identificado como Yishai Schlissel, durante o desfile do Orgulho Gay, na última quinta-feira (30). 

As demais pessoas atacadas durante a Parada Gay foram socorridas por uma equipe de paramédicos. O acusado, Yishai Schlissel, saiu da prisão recentemente após passar 10 anos preso por ter esfaqueado três pessoas em uma parada gay, no ano de 2005.

A menor de idade, identificada como Shira Banki, estava internada e seu estado de saúde era considerado critico. O ataque, que aconteceu na quinta, gerou uma onda de críticas em Israel e nos territórios palestinos.

Image title


Fonte: Com informações do G1