Menor que comanda quadrilhas ameaça PMs de morte em SP

Menor que comanda quadrilhas ameaça PMs de morte em SP

‘Vai morrer um por um’, diz adolescente pego com arma fabricada em Israel. Suspeito é envolvido em explosão de caixas eletrônicos, diz delegado.

O adolescente de 17 anos apreendido nesta sexta-feira (25) suspeito de chefiar quadrilhas envolvidas em explosões de caixas eletrônicos na região de Ribeirão Preto (SP) ameaçou policiais militares de morte.

De acordo com o delegado da Delegacia de Infância e Juventude (Diju), Luis Geraldo Dias, a ameaça ocorreu ainda dentro da viatura. Segundo ele, um grupo de PMs registrou boletim de ocorrência.

Preso por supostamente ter assaltado um caminhão de uma distribuidora de bebidas no Parque Ribeirão, o jovem foi flagrado com uma arma de fabricação israelense de 9 milímetros.

?Vai morrer um por um?, disse o menor em entrevista à reportagem da EPTV, quando questionado sobre a ameaça aos PMs.

Indagado sobre os crimes alegados pela Polícia Civil, ele negou chefiar quadrilhas e ter participado de explosões em agências bancárias, mas confirmou que já chegou a roubar um carro em uma loja ?só para dar uma volta? e que portava a citada arma fabricada em Israel de uso restrito.

Considerado ?de alta periculosidade?, ele também é suspeito de ter participado de explosões em agências da Caixa Econômica Federal em Cajuru (SP) e na Vila Tibério, em Ribeirão, ainda na madrugada de sexta, entre outros crimes ?gravíssimos?, segundo a Diju. O menor foi encaminhado para a Fundação Casa sob ?alerta de segurança máxima?.

Segundo o menor, a arma foi adquirida por ele mesmo. Embora a polícia tenha revelado que ele pagou US$ 4 mil na pistola, o adolescente não confirmou o preço e a origem. ?Não explodi nenhum caixa eletrônico não. A única coisa que fiz de errado é que eu tenho essa arma aí. A única coisa que vocês sabem é que tenho essa arma e que fui preso com isso. No resto, não sou assaltante não, sou nada não?, afirmou.

?Alta periculosidade?

O adolescente foi apreendido por policiais militares durante a tarde de sexta suspeito de ter assaltado com um comparsa um caminhão de uma distribuidora de bebidas.

Segundo a PM, ele foi cercado enquanto tentava pular muros de casas do Parque Ribeirão. Durante a abordagem, foi apreendida com ele uma arma fabricada em Israel, que teria custado US$ 4 mil, além de 21 munições. A quantia de R$ 4 mil supostamente roubada não foi recuperada e teria sido levada por outro assaltante, informou a PM.

De acordo com o delegado Luis Geraldo Dias, da Diju, o menor é suspeito de liderar duas quadrilhas envolvidas em explosões de caixas eletrônicos em Ribeirão Preto, em Sertãozinho (SP) e em Cajuru. Segundo Dias, o adolescente aparece em gravações de câmeras de segurança segurando um fuzil e atirando contra policiais durante uma explosão em Cruz das Posses, distrito de Sertãozinho, no começo do ano. No mesmo município, o menor teria participado de um roubo em um condomínio de casas.

Dias alegou que o menor será ouvido pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Sertãozinho e sua apreensão será comunicada também à Polícia Federal, devido à suspeita de sua participação em explosões de agências da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil. Ele disse também que, diante do histórico criminal do adolescente, solicitou à Justiça o encaminhamento dele à Fundação Casa sob segurança reforçada.

Fonte: G1