Militar executa 6 pessoas da sua família e depois comete suicídio

O crime aconteceu em uma chácara próximo a Minas Gerais

Image title

Um militar reformado executou na noite desta sexta-feira (02) o sogro, a enteada, a filha adotiva e a sua esposa em uma chácara na região de Extrema (MG). Após cometer a chacina o militar se suicidou.

Segundo informações os vizinhos chamaram a polícia após ouvirem tiros vindos da chácara. Para entrar no local, os policiais tiveram que pular o muro.

A filha adotiva do PM, de 12 anos, e a enteada, de 14, foram mortas no quarto. Os corpos do sogro e da sogra estavam em uma cozinha externa. A mulher do policial foi morta no banheiro e bem perto dela estava o corpo do PM. 

Cápsulas de pistola foram encontradas perto de todas as vítimas, o que sugere o uso do mesmo tipo de arma. Ainda chocados com o que aconteceu, os parentes disseram à polícia militar de Minas Gerais que o casal vinha passando por dificuldades no relacionamento e estavam brigando muito. O caso foi registrado no Batalhão de Polícia da cidade de Extrema.

Fonte: R7