MP denuncia seis pessoas por assassinato da filha de deputado

MP denuncia seis pessoas por assassinato da filha de deputado

O crime aconteceu na madrugada do dia 21 de abril, em frente uma distribuidora de bebidas na Avenida T-63

O Ministério Público de Goiás (MP-GO) denunciou seis pessoas à Justiça pelo suposto envolvimento na morte de Michele Muniz do Carmo, filha do deputado estadual Luiz Carlos do Carmo (PMDB-GO). Segundo a instituição, cinco deles devem responder pelo crime de latrocínio - roubo seguido de morte - e um, por porte ilegal de arma de fogo.

O crime aconteceu na madrugada do dia 21 de abril, em frente uma distribuidora de bebidas na Avenida T-63, no Setor Nova Suíça, em Goiânia. A filha do deputado foi encontrada morta com um disparo de arma de fogo dentro de seu carro, um Honda Civic. Todos os suspeitos foram presos e continuam detidos.

Denúncia

De acordo com o promotor de Justiça Fernando Braga Viggiano, que ofereceu a denúncia, os suspeitos agiram de forma consciente. No relatório, o promotor relata que três deles, ao passar pela distribuidora em um veículo Celta branco ? emprestado por um dos denunciados -, viram o carro de Michele estacionado e cogitaram roubá-lo usando uma arma de fogo - também emprestada por um dos suspeitos.

Depois de estacionarem próximo ao veículo da vítima, um deles passou para o banco do motorista, enquanto outros dois desceram. O primeiro seguiu para o carro de Michele, entrando pelo lado do motorista, e o segundo tentou abordar a vítima sacando a arma emprestada.

Como mostram imagens registradas pelas câmeras de segurança da distribuidora no dia do crime, Michele percebeu o assalto e correu em direção ao carro, entrando pelo lado do passageiro. Momentos depois ela foi baleada.

De acordo com o promotor Fernando Viggiano, ficou constatado durante as investigações que alguns dias depois do crime o revólver foi entregue ao dono - um dos denunciados. Ele entregou a arma à polícia por meio de seu advogado, informou Viggiano.

Fonte: G1