Portal meionorte.com BETA

PUBLICIDADE
ESCONDER
••• atualizado em 16 de Fevereiro de 2008 às 10:32

Missa para mortos em assalto em Aracoiaba no Ceará

PUBLICADO POR

Ananias Ribeiro


Repórter

O pranto de Leuma parecia n?o ter fim. Emocionava a todos que a viam chegar pertinho do painel com a fotografia do marido e relembrar momentos dos anos que viveram juntos. "Olha ali, foi quando ele chegou de viagem e eu fui esperar no aeroporto", mostrava as c?pias de fotografias afixadas na parede. H? uma semana, essa jovem de 30 anos n?o come nem dorme direito. Tinha planos de ter o primeiro filho com J?lio Gibran, 33, seu marido h? sete anos.

A primeira gravidez e outros planos do casal foram interrompidos na ?ltima sexta-feira, quando o soldado Gibran, da Pol?cia Militar, foi morto numa troca de tiros com assaltantes da ag?ncia do Bradesco no centro de Aracoiaba, a 73 quil?metros de Fortaleza. "Eles eram muito pr?ximos e um se preocupava demais com o outro, por isso ela est? inconformado e n?s tememos que caia em depress?o", dizia Aurileda Freitas, irm? de Leuma que a amparou durante toda a missa de 7? dia (na verdade 8?) rezada ontem pelos seis mortos no tiroteio da tarde do ?ltimo dia 8, no Centro da cidade, que fica na regi?o do Maci?o de Baturit?.

O soldado da Pol?cia Militar J?lio Gibran Pereira, o cabo Jos? Tadeu Guimar?es, o subtenente Vagner Tim?teo, o mototaxista Francisco Matos de Souza, o vendedor de peixes Manoel Edmilson Elias dos Santos e um dos assaltantes foram as v?timas do tiroteio durante o assalto. Ontem, os moradores de Aracoiaba, uma cidade de 25 mil habitantes, na maioria comerciantes e agricultores, parou para homenagear os mortos. Ap?s um ato com a participa??o dos familiares, policiais e amigos em frente ? sede da ag?ncia do Bradesco, onde ocorreu o assalto, houve uma concelebra??o eucar?stica no Gin?sio Poliesportivo Raimundo de Castro.

A quadra do gin?sio ficou lotada para assistir ? missa presidida pelo p?roco da cidade, padre Josileudo Queiroz Fa?anha com a participa??o tamb?m dos padres Maur?cio Lopes, vig?rio de Aratuba, e Rob?rio Queiroz, vig?rio episcopal do Maci?o de Baturit? e representante do arcebispo de Fortaleza, dom Jos? Ant?nio Aparecido Tosi Marques. At? as escolas liberaram os alunos para assistir ? celebra??o. Na homilia, o padre Josileudo Queiroz falou do "triste acontecimento em Aracoiaba". "Mas devemos levantar a bandeira contra toda e qualquer viol?ncia", disse.

O p?roco disse ainda que a cidade ? morada de um povo simples, religioso, trabalhador. "Por?m as trevas est?o a?: a viol?ncia, os crimes, as drogas, ?dio, bebidas, raiva e vingan?a. Aracoiaba deve evitar tudo isso com as armas de Deus para dizer: "Sou aracoiabense". O p?roco foi aplaudido pelos que lotavam as arquibancadas e cadeiras do gin?sio e, durante o ofert?rio da missa, foi a vez de receberem aplausos, os familiares das v?timas que levaram pain?is at? o altar e os policiais militares que conduziram as bandeiras do Brasil, do Cear? e do munic?pio de Aracoiaba.

COMUNICAR ERRO

Comunique à Redação erros de português, informação ou técnicos encontrados nesta página:

  • Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente ao Portal Meio Norte
39578,noticias

Manchetes em destaque

ver todas as manchetes
Exibir em:

AKICOMPRO

Redes Sociais

  • Google +1
  • Twitter
  • Instagram
  • Facebook