Mistério cerca assassinato de menino achado dentro de poço

Mistério cerca assassinato de menino achado dentro de poço

Polícia colhe depoimentos e analisa imagens de câmera de segurança para tentar elucidar morte de menino de 5 anos

Investigadores da 55ª DP (Queimados) começaram a colher os primeiros depoimentos para tentar elucidar a morte de Matheus da Conceição Pereira, de 5 anos, cujo corpo foi encontrado terça-feira no poço artesiano no quintal da casa dele, na Rua Alévia do Nascimento, no bairro Paraíso, em Queimados, Baixada Fluminense.

Uma câmera de segurança de bar próximo ao imóvel onde o menino morava registrou a presença de Matheus momentos antes de seu desaparecimento, e as imagens já estão sendo analisadas pelos agentes da delegacia.

Pessoas próximas da vítima estiveram na 55ª DP e afirmaram que a criança foi assassinada devido a uma dívida de seu irmão com um traficante da região. O menino teria sido sequestrado na segunda-feira, e o corpo jogado no poço apenas no dia seguinte.

À espera de laudo

O delegado Daniel Mayr Pereira da Costa investiga o caso e diz que ainda é cedo para fazer afirmações.

?Nenhuma hipótese está descartada. As pessoas foram ouvidas, e a filmagem, checada. O menino aparece sozinho?, contou o delegado, que aguarda o laudo do IML que vai apontar a causa da morte.

De acordo com os relatos, a criança teria desaparecido por volta das 15h de segunda-feira. Parentes e vizinhos disseram que procuraram Matheus pelas ruas do bairro e também no poço, mas não o encontraram. O corpo só teria aparecido no local no dia seguinte, quando foi encontrado por uma tia do menino.

Mãe desmaia no funeral

O corpo de Matheus foi enterrado na tarde desta terça-feira, no Cemitério Vale da Saudade, em Queimados. Inconformada com perda do filho, Roselaine da Conceição Pereira, 38 anos, afirmou que houve assassinato.

?Eu procurei meu filho e ele não estava no poço. Só apareceu depois?, disse a mãe, que chegou a desmaiar momentos antes do sepultamento.

Matheus tinha quatro irmãs e um irmão, Carlos, de 19 anos. Segundo Maria das Graças, tia da vítima, o menino teria sido morto por vingança contra Carlos. ?Ele era viciado e tinha uma dívida de R$ 300, mas tinha saído deste caminho?, lamentou.

Fonte: IG