Modelo diz que foi abusada sexualmente por David Copperfield

Os advogados do ilusionista, Angelo Calfo e Patty Eakes, negaram as acusações

Uma mulher entrou com um processo contra o mágico David Copperfield, alegando que foi ameaçada e atacada sexualmente por ele, informa o site do jornal The Seattle Times.



Os advogados do ilusionista, Angelo Calfo e Patty Eakes, negaram as acusações e disseram que a intenção da mulher é "simplesmente extorquir dinheiro".

O The Seattle Times descreve a mulher como uma modelo de 22 anos e ex candidata a Miss Washington. Ela diz ter conhecido o mágico em janeiro de 2007 depois de uma apresentação dele em Kennewick. No mesmo ano, ela teria sido convidada para passar um fim de semana na ilha privada dele.

Segundo ela, Copperfield a chamou para assistir a um vídeo no quarto dele e lá tentou fazer sexo com ela à força e a ameaçou de matá-la caso não aceitasse.

David Copperfield foi noivo da supermodelo Claudia Schiffer por seis anos. Os dois se separaram em 1999.

Fonte: Terra, www.terra.com.br