“Monstro”, diz ex-mulher de homem que matou filho com tiro no peito

O outro filho também foi baleado

Maria da Conceição, ex-mulher do comerciante que matou o próprio filho com um tiro no peito, fez um desabafo sobre o caso. "Isso não é um pai, é um monstro. Pai que é pai não fazisso não", declarou. O crime aconteceu em São Paulo. Outro filho do casal também foi baleado e está internado. 

Image title


Inaldo Silveira da Silva, de 69 anos, estava separado da mulher havia cinco meses quando foi até a casa da família com o pretexto de buscar uma ferramenta.

Quando o jovem Felipe Ferreira Batista, de 19 anos, abriu a porta, ele atirou à queima roupa e o filho morreu no local. O irmão dele, Guilherme Ferreira Batista, de 16 anos, foi atingido na virilha e está internado. 

Maria da Conceição contou que os dois foram casados durante 22 anos e, em fevereiro deste ano, Inaldo começou a desconfiar que estava sendo roubado pelos filhos porque a pastelaria da família, que funcionava ao lado da casa, estava falindo.

O suspeito disse à polícia que estava fora de casa havia 15 dias. Ele teria ido ao Paraguai para comprar o revólver utilizado para matar o filho. 


Fonte: Com informações do R7