Moradores denunciam aumento de roubos em estabelecimentos comerciais em THE

Ela conta que os bandidos chegaram armados e levaram dinheiro e em um dos assaltos

A maioria dos estabelecimentos comerciais existentes no Parque Progresso, localizado na zona Sudeste de Teresina, está usando grades nas portas, para coibir a onda de assaltos naquela região. Quem ainda não pôde colocar grades, teme a ação dos bandido, que atacam durante o dia e à noite. ?A gente usa a grade fechada a maior parte do tempo e atende dentro da farmácia os clientes, conhecidos e fornecedores. Quem a gente não conhece, atende pela grade, infelizmente, porque já fomos alvos de três assaltos?, relata a proprietária de uma farmácia, localizada na avenida principal do Parque Progresso, Maria Rodrigues.

Ela conta que os bandidos chegaram armados e levaram dinheiro e em um dos assaltos, também roubaram a bicicleta de um cliente. Ela diz que as grades foram instaladas somente depois dos assaltos,

há dois anos e que após essa atitude, não ocorreram mais assaltos. O alvo dos desocupados, agora, são

outros comércios que ainda não possuem grades e também transeuntes. A comerciante conta que a falta de iluminação pública é também um dos fatores que possibilitam a ação de marginais, à noite, em relação a assaltos a transeuntes. As pessoas, ao trafegarem pela avenida principal do Parque progresso, à noite, na volta da escola, trabalho ou lazer, são vítimas de bandidos que se aproveitam

da escuridão, para ?atacar? as pessoas e roubar tudo o que podem.

Maria Rodrigues faz um apelo para que a Superintendência de Desenvolvimento Sudeste (SDU/Sudeste) se for o caso, para mandar uma equipe ao local, para verificar as lâmpadas queimadas e fazer a reposição das mesmas. ?Só tem ?energia? na hora de pagar a taxa de iluminação pública. Não tem luz

na avenida, mas a taxa de cobrança vem todos os meses, certinha, o que é um absurdo, porque se não tem energia pública a gente não deve ser obrigado a pagar?, reforça o morador da avenida, José Brandão.

Fonte: Lindalva Miranda, Jornal Meio Norte