Morte de homem depois de rendido foi registrada como em decorrência de confronto

Durante a operação, Izaias Batista de Andrade, de 21 anos, Thiago Batista Pinto, de 19, Hamilton Sant’anna Lyra, conhecido como Tico, de 41, e Diego Ferreira da Silva Santos, de 22, foram presos em fl

Um vídeo feito por um morador do Morro do Banco, no Itanhangá, mostra um homem morto a tiro depois de ser rendido por policiais da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core). Os agentes, entretanto, registraram o caso como homicídio decorrente de intervenção policial (quando há confronto com o suspeito). As imagens serão analisadas pelo delegado Mario Luiz da Silva, titular da 16ª DP (Barra da Tijuca), que está responsável pelo inquérito.

O vídeo, que foi recebido pelo WhatsApp do EXTRA (21 99644-1263 e 21 998009-9952), foi divulgado com exclusividade no Extra Online. Nas imagens, aparecem dois policiais com fuzis nas mãos subindo a Rua da Miralva. Pouco antes de chegar a um mercado, eles disparam duas vezes quando se aproximam de Alysson Fernando Silva de Lima. Outros dois agentes chegam ao local, saindo de um beco.

O vídeo mostra ainda o rapaz com as mãos para cima. Na porta do estabelecimento, ele é rendido e se agacha. Dezoito segundos depois dos primeiros dois disparos, outros dois tiros são ouvidos. Neste momento, Alysson, com mochila nas costas, cai deitado na calçada. O flagrante foi feito durante uma operação da 16ª DP, que contou com o apoio da Core, na manhã do dia 23 de maio.

De acordo com que a assessoria da Polícia Civil, o delegado irá avaliar a conduta dos policiais da durante a ação mostrada no vídeo. “Se for constatada transgressão dos agentes, ao final da investigação, o caso será encaminhado à Corregedoria Interna da Polícia Civil (Coinpol)”, diz a nota.

Ainda segundo a assessoria, três agentes da Core que participaram diretamente da ação prestaram depoimento na delegacia e tiveram as armas apreendidas. A assessoria informou ainda que a perícia de local foi realizada.

De acordo com o registro, com Alysson foram apreendidos uma pistola, dois estojos, R$ 70 reais em dinheiro, 75 cápsulas de cocaína, 16 gramas de maconha e uma bolsa com roupas. O jovem não tinha antecedentes criminais.

 

Neste momento, o rapaz já está caído no chão

Durante a operação, Izaias Batista de Andrade, de 21 anos, Thiago Batista Pinto, de 19, Hamilton Sant’anna Lyra, conhecido como Tico, de 41, e Diego Ferreira da Silva Santos, de 22, foram presos em flagrante por tráfico de drogas, associação para o tráfico e porte ilegal de arma de fogo. Foram apreendidos um fuzil, material para embalar drogas, munição e radiotransmissores, além de duas motos.

 

Fonte: O Globo