Morte de menino Juan é confirmada pela Polícia Civil do Rio

Morte de menino Juan é confirmada pela Polícia Civil do Rio

Juan estava desaparecido desde o dia 20 de junho após a operação policial.

A morte do menino Juan Moraes, 11 anos, foi comunicada oficialmente, no início da tarde desta quarta-feira, pela Polícia Civil do Rio de Janeiro. O corpo encontrado em Belford Roxo era da criança, segundo exame de DNA.

Juan, seu irmão Wesley, 14 anos, e Vanderson dos Santos de Assis, 19 anos, foram baleados durante a troca de tiros entre PMs e traficantes. Wesley afirma ter visto o irmão baleado e caído no chão. Poucos minutos depois, o menino teria desaparecido.

Durante esta madrugada, ocorreu o depoimento de 11 policiais militares que teriam envolvimento no desaparecimento de Juan, na favela do Danon, em Nova Iguaçu (RJ). Os PMs falaram por 13 horas na Divisão de Homicídios (DH) da baixada fluminense.

O teor dos depoimentos não foi revelado, mas os PMs teriam afirmado que não viram o menino durante o tiroteio na favela. Juan estava desaparecido desde o dia 20 de junho após a operação policial.

A Polícia Civil recolheu os depoimentos de quatro policiais que disseram ter participado do confronto com bandidos na favela e outros que estavam próximos ao local. Dois dos PMs ouvidos já tinha envolvimento em outros casos de auto de resistência - morte em confronto com a polícia.

Fonte: Terra, www.terra.com.br