Motoboy é preso com R$ 10 mil na cueca depois de simular assalto

Inicialmente, homem disse que assaltante teria levado sua moto e R$ 57 mil.

Um motoboy de Brasília foi preso nesta terça-feira (24) com R$ 10 mil na cueca após comparecer a 8ª delegacia de polícia para registrar ocorrência de um assalto do qual teria sido vítima. O homem teria confessado que seria autor do crime depois que a polícia encontrou inconsistência na versão apresentada por ele.

O delegado-chefe adjunto Sérgio Bautizer contou que, às 14h30 desta terça, o motoboy, que trabalhava há seis anos em uma concessionária de Brasília, foi à delegacia e afirmou que teria sido assaltado ao sair de uma agência bancária. Dele teriam sido levados a motocicleta e um malote com R$ 57 mil da concessionária.

Bautzier afirmou que a versão do motoboy apresentou inconsistência quando ele deu detalhes da abordagem do suposto assaltante. ?As pessoas vítimas do golpe chamado de ?saidinha de banco? costumam ser abordadas realmente na porta do banco, mas ele disse que foi roubado quando já estava na pista, andando na motocicleta, a 200 metros da agência bancária?, indica o delegado.

Policiais foram ao local onde o assalto teria ocorrido, mas não conseguiram encontrar nenhuma testemunha da versão apresentada pela suposta vítima. Além disso, na delegacia foi descoberto que o motoboy tinha uma dívida de R$ 15 mil. ?Ele acabou por confessar que não foi roubado, que ele mesmo tinha furtado o malote. Constatamos ainda que ele tinha ido à delegacia com R$ 10 mil na cueca?, disse o delegado.

O motoboy, levado para a carceragem da Polícia Civil, vai responder por furto e falsa comunicação de crime. Se for condenado, pode pegar até oito anos de prisão. Ele não tinha passagem pela polícia. A polícia ainda procura os R$ 47 mil restantes do malote e a moto . A participação de mais uma pessoa na suposta farsa é investigada.

Fonte: G1