Motociclista surpreende vizinhos ao "sequestrar" papagaio de 33 anos

"Loréca" foi roubada na calçada do comércio onde ficava em Santos, SP. Motociclista levou o bicho de estimação na frente de vizinhos do local.

Um papagaio de 33 anos foi sequestrado por um motociclista em Santos, no litoral de São Paulo. ""Loréca", como era chamada pela família, fugiu para a calçada em frente ao comércio onde costumava ficar há cerca de um ano. Vizinhos viram a cena e tentaram segurar o bicho de estimação, mas não conseguiram. Um homem de motocicleta parou, pegou o papagaio e levou embora, deixando um número de celular que não existe. A dona de ""Loréca"" está desesperada à procura do pássaro.


Motociclista surpreende vizinhos ao

Segundo a comerciante Vanessa Burzichelli, atual proprietária de Loréca, tudo aconteceu na noite de sábado (16). Ela, o marido e o filho saíram do centro automotivo que possuem na Avenida Conselheiro Nébias, em Santos, por volta das 21h, para irem a um aniversário. "Nós não percebemos, mas me disseram que assim que fomos embora o papagaio, que fica solto, saiu da loja através das grades e ficou andando na calçada", explica.

Ela conta que os vizinhos tentaram pegar o pássaro, mas não conseguiram. "Nessa hora passou um homem de motocicleta e se ofereceu para ajudar. Ele jogou um pano em cima da Loréca e conseguiu pegá-la. O pessoal falou que ela tinha dono, que era da loja, só precisava colocar para dentro pela grade. Mas, mesmo assim, ele a trancou dentro de um baú, na garupa da moto, e disse que ia cuidar dela até segunda-feira, depois devolveria. Ele deu um número de telefone e foi embora. Ligamos para o celular, mas dá uma mensagem de que o número não existe", diz Vanessa.

O pássaro de estimação, que veio do estado de Sergipe, está há 33 anos na famíla da comerciante, 10 com o avô, 17 com o tio e seis com ela. Vanessa está indignada e muito triste, não só por ela, mas pelo animal. "A Loréca não voa, ou não sabe que pode voar, então ela não conseguiu escapar dessa pessoa. Mas o que mais me incomoda é o fato de saber que ela deve estar achando estranho e deve se perguntar: "Onde está aquele povo todo que sempre viveu comigo? Onde está todo mundo que eu conheço?". Não é egoismo meu, não é só por causa da minha tristeza, do meu filho ou da família, e sim pela Loréca. A tristeza dela é que me quebra", lamenta.

Vanessa agora espera que uma denúncia ajude a trazer o pássaro de volta. "A Loréca tem três características particulares que podem identificá-la. Quando ela fica assustada, repete a palavra "playboy". Também imita os gritos do Michael Jackson e urina levantando a patinha, como se fosse um cachorro. Se alguém notar uma pessoa que não tinha um papagaio e agora tem, pode ser ela", apela a comerciante.

Fonte: G1