Motorista atropela gari e fere PM após fugir de blitz da Lei Seca

Motorista atropela gari e fere PM após fugir de blitz da Lei Seca

Cristiane Magalhães aparentava embriaguez e não parou para dar socorro

Uma mulher, identificada como Cristiane Santos Magalhães, de 42 anos, foi presa no na madrugada desta sexta-feira (15), acusada de atropelar um gari e ferir um sargento da Polícia Militar em Ipanema, na Zona Sul do Rio. Segundo a polícia, ela estava dirigindo um Kia Sportage prateado e bateu em um carro na Avenida Atlântica, em Copacabana. Cristiane fugiu e o motorista do veículo chamou a polícia, conforme mostrou o Bom Dia Rio.

Ainda de acordo com a polícia, ela começou a ser monitorada e, em seguida, atropelou o gari Clailton Lopes da Silva, de 40 anos, que fazia a limpeza da Avenida Vieira Souto, na Praia de Ipanema, e não parou para prestar socorro.

Mais adiante, na mesma via, ela feriu, com o espelho retrovisor do carro, o braço de um sargento da Polícia Militar - que fazia uma blitz da Lei Seca - que sinalizou para que ela parasse, sem sucesso. Só em seguida, agentes da CET-Rio conseguiram interceptá-la.

Sinais de embriaguez

De acordo com o tenente Edilton Bezerra, que participava da operação Lei Seca, Cristiane dava sinais de ter ingerido bebida alcoólica e se recusou a fazer o teste do bafômetro. Na 14ª DP (Leblon), ela foi autuada por lesão corporal e liberada após pagar fiança de R$ 1.200. Cristiane também teve a carteira de habilitação apreendida e terá que pagar multa de R$ 1.915.

O gari teve luxações e passa bem, segundo a polícia.

Fonte: G1