Motorista que atropelou ciclistas deixa presídio após habeas corpus

Motorista que atropelou ciclistas deixa presídio após habeas corpus

Ele responde por 17 tentativas de homicídio triplamente qualificadas.

O funcionário público Ricardo Neis, que atropelou um grupo de ciclistas em Porto Alegre, deixou o Presídio Central nesta sexta-feira (8). De acordo com a assessoria de imprensa da Superintendência de Serviços Penitenciários (Susepe), ele saiu do local por volta de 15h no carro de seu advogado. Ele estava preso desde o dia 11 de março.

A Terceira Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS) concedeu, na noite de quinta-feira (7), o habeas corpus ao funcionário público. Mesmo em liberdade, a suspensão da carteira de motorista de Neis permanecerá em vigor enquanto tramitar o processo.

Neis atropelou os ciclistas no dia 25 de fevereiro. Ele responde por 17 tentativas de homicídio triplamente qualificadas (motivo fútil, mediante meio que resultou em perigo comum e mediante recurso que dificultou a defesa das vítimas).

Em depoimento à polícia, o motorista disse que no dia do atropelamento estava acompanhado do filho de 15 anos e que foi cercado pelos ciclistas. O advogado Luís Fernando Coimbra Albino, que defende Ricardo Neis, afirma que seu cliente agiu em legítima defesa para garantir sua integridade física e de seu filho. Ainda segundo o advogado, ele pensou que seria linchado e saiu para se salvar.

Fonte: g1, www.g1.com.br