Motorista que matou mulher em Niterói mentiu ao culpar bandidos

Após o início das investigações, descobriram que a história foi criada por Marcelo dos Santos.

Policiais da 81ª DP (Itaipu) com apoio de policiais militares descobriram, nesta quinta-feira, o responsável por um atropelamento que causou a morte de Maria das Graças de Jesus Pereira, 57 anos.

O crime ocorreu na Região Oceânica de Niterói, na última terça-feira.

De acordo com os agentes, o crime foi apresentado inicialmente como um atropelamento causado por bandidos em fuga, que teriam roubado momentos antes, o veículo envolvido no acidente. Em uma ação integrada, os policiais conseguiram imagens capturadas por circuitos de monitoramento na região de Piratininga, onde o veículo foi encontrado.

Após o início das investigações, eles descobriram que a história foi criada por Marcelo dos Santos Silva, 22 anos, que conduzia o veículo e não possui carteira de habilitação. A farsa envolvia também o proprietário do carro, Leandro do Espírito Santo, 28 anos, que disse em depoimento estar conduzindo o automóvel no momento do suposto roubo.

Ainda de acordo com os agentes, os dois confessaram na distrital que estavam mentindo. Leandro responderá pelo crime de falso testemunho e Marcelo por fraude processual e homicídio culposo qualificado.

Fonte: ODIAONLINE