MP denuncia atropelador de Rafael por homicídio

MP denuncia atropelador de Rafael por homicídio

Filho da atriz Cissa Guimarães morreu no acidente no dia 20 de julho

A promotora Marisa Paiva da 15ª Promotoria de Investigação Penal (PIP) ofereceu denúncia à Justiça do Rio, nesta sexta-feira (10), contra os acusados de envolvimento no atropelamento do músico Rafael Mascarenhas, no dia 20 de julho, no Túnel Acústico, na Gávea, Zona Sul do Rio. Segundo o Ministério Público do Rio, Rafael Bussamra foi denunciado por homicídio doloso (quando há a intenção de matar). O jovem já havia sido indiciado no inquérito da 15ª DP (Gávea) pelo mesmo crime.

Já os outros denunciados são o pai de Rafael, Roberto Bussamra, seu irmão, Guilherme, e o amigo de Rafael, Gabriel Ribeiro. O MP, no entanto, ainda não informou por quais crimes eles foram denunciados.

Rafael Mascarenhas era filho da da atriz Cissa Guimarães, e morreu no dia 20 de julho, após ser atingido no Túnel Acústico, na Gávea, Zona Sul do Rio.

O Ministério Público do Rio já havia denunciado, no dia 23 de agosto, os policiais militares Marcelo José Leal Martins (3º Sargento) e Marcelo de Souza Bigon (Cabo), lotados no 23º BPM (Leblon), que teriam recebido propina do pai do motorista que atropelou Rafael Mascarenhas.

Fonte: g1, www.g1.com.br