MP denuncia homem por decapitar namorada e fugir com cabeça

O crime ocorreu no último dia 27 de agosto e chocou a comunidade pela brutalidade com que foi cometido.

O Ministério Público de Teutônia ofereceu denuncia na quinta-feira contra Gilson Alan Altmann, 26 anos, acusado de matar a namorada Andressa Hann, 22 anos, em Imigrante, no Rio Grande do Sul. O crime ocorreu no último dia 27 de agosto e chocou a comunidade pela brutalidade com que foi cometido.

Na ocasião, Altmann desferiu inúmeras facadas na vítima, mãe de duas crianças pequenas, com quem mantinha relacionamento amoroso esporádico e, após matá-la, fugiu com a cabeça da vítima em uma motocicleta.

De acordo com o Promotor de Justiça Jair João Franz, "não contente apenas com a morte, talvez numa tentativa infantil de escapar da responsabilidade criminal, o matador decapitou a vítima, cortou a cabeça da mulher, enrolou em uma toalha, subiu na moto e fugiu, levando consigo parte da vítima".

Na casa do réu, que fica no centro da cidade, foi encontrado o corpo da vítima, sem a cabeça, localizada em um mato, distante cerca de 4 km do local do homicídio, além da provável arma do crime, uma faca serrilhada de cozinha, suja de sangue.

Segundo o delegado José Romacir Reis da Delegacia de Polícia de Estrela, após ter cometido o crime, o homem fugiu depois de ter ligado para parentes contando o que havia feito. Os familiares então comunicaram o fato à polícia.

De acordo com Reis, o casal estava junto há cerca de dois anos. Andressa seria garota de programa e o crime teria sido motivado por ciúmes. "Pelo que investigamos, ele gostava muito da guria e ela não queria largar a vida que levava. Queria estar com ele, mas também continuar se relacionando com os outros", explicou Reis.

Altmann está preso. Ele agora responderá por homicídio triplamente qualificado e por destruição e ocultação de cadáver.



Fonte: Terra